Bem-vindo à BOL. O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Para ver uma lista completa das empresas que usam estes cookies e outras tecnologias e nos informar se podem ou não ser utilizadas no seu dispositivo, aceda à nossa página de política de cookies.

Concordo
Distrito Sala
Detalhe Evento
PLEXUS POLAIRE Cendres

PLEXUS POLAIRE Cendres

Teatro & Arte | Marionetas

Maria Matos T. M.

Sala Principal
Classificação Etária
A classificar pela CCE
Bilhete Pago
Todas as Idades
2017
mai
20
a
2017
mai
21
Realizado

Duração

60 minutos

Intervalo

Sem Intervalo.

Promotor

EGEAC, Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural

Sinopse

inserido no FIMFA Lx17
Atores, marionetas de tamanho humano e projeções de vídeo reúnem-se neste emocionante espetáculo de teatro visual inspirado em acontecimentos reais e no romance best-seller norueguês Before I Burn de Gaute Heivoll.
Cendres relata a história de um incendiário que assola a aldeia Finsland, no sul da Noruega, nos anos 1970. Ao mesmo tempo que as casas são reduzidas a cinzas, o pânico espalha-se e os vizinhos questionam quem, entre eles, poderia causar tanto medo e angústia. Anos mais tarde, um jovem escritor é assombrado por esta história.
Repleto de imagens inesquecíveis, a companhia Plexus Polaire dá corpo à complexidade do ser humano, traduzindo os sentimentos mais íntimos e ocultos, através de imagens e palavras, da imaginação e da matéria, numa manipulação excecional. Um espetáculo poético e brutal sobre a alma humana e as suas constantes oscilações, entre criação e destruição.

Ficha Artística

encenação: Yngvild Aspeli
conceção: Yngvild Aspeli, em colaboração com Pierre Tual e Amador Artiga
atores-manipuladores: Viktor Lukawski, Alice Chéné, Andreu Martinez Costa
colaboração na encenação: Paola Rizza
aconselhamento dramatúrgico: Pauline Thimonnier
marionetas: Polina Borisova, Sebastian Puech, Yngvild Aspeli, Carole Allemand, Sophie Coëffic
cenografia: Charlotte Maurel, Gunhild Mathea Olaussen
figurinos: Sylvia Denais
universo sonoro: Guro Moe Skumsnes, Ane-Marthe Sørlie Holen
vídeo: David Lejard-Ruffet
luz e direção técnica: Xavier Lescat
olhar exterior: Philippe Genty, Mary Underwood
direção de produção: Claire Costa
coprodução: Cie Philippe Genty (França), Figurteatret i Nordland (Noruega)
apoios: MCNN - Centre de Création et de Production (França), Le Mouffetard - Théâtre des arts de la marionette a Paris (França), Théâtre du fil de leau, Pantin; Théâtre de la Girandole, Montreuil; La Nef Manufacture dutopies, Pantin; Direction des Affaires Culturelles DRAC Bourgogne (França); Nord Trondelag Teater; Norsk Kulturrad; Norlands Fylkeskommune; Fritt Ord; Fond For Lyd og Bilde, FFUK (Noruega)
apoio à apresentação: Institut Français du Portugal, em parceria com o Institut Français em Paris, no âmbito do foco sobre a criação contemporânea francesa em 2017

-
Partilhar
Cartão São Luiz